Carta de crédito o que é e como funciona?

Fui contemplado no consórcio! Que maravilha! Mas e agora? O que acontece? Como vou conseguir o dinheiro referente ao prêmio?

Vamos lá! Uma pergunta por vez! Mas então, o que acontece quando se é contemplado? Ao ser contemplado, o cliente do consórcio vai receber o valor referente ao prêmio.

Bom, vamos supor que nesse caso, o cliente tenha aderido a um consórcio para a compra de uma casa.

Essa casa possui o valor de R$ 150.000,00. Então, antes do término desse consórcio (parcelas) o cliente acabou sendo sorteado e acabou recebendo o valor de R$ 150.000,00! Esse valor vem através de depósito bancário? Ou será que eu preciso ir até o banco tirar essa quantia em dinheiro?

Não! Você vai receber a carta de crédito! Por meio desta carta de crédito será possível utilizar o valor do consórcio na aquisição da tão sonhada casa.

Se o seu consórcio contar com regras pouco restritivas sobre a carta de crédito, seria possível, até, utilizar os valores com outras coisas.

Mas tecnicamente, o valor da carta de crédito acaba ficando condicionado ao fim proposto no consórcio, que nesse caso é a compra da casa.

Resumindo; a carta de crédito nada mais é do que o valor do prêmio do seu consórcio. Ao invés de receber o valor por meio de um depósito, ou uma transferência bancário,  você contará com essa carta de crédito.

É seguro?

É sim! A carta de crédito é bem segura. O documento possui relação direta com o cliente do consórcio, portanto não existe uma forma de alguém se passar por você e conseguir acessar os valores referentes à carta de crédito.

Portanto, pode ficar tranquilo! A carta de crédito e sua, e somente você poderá usufruir a mesma!

Coisas como; pedir para um segundo utilizar os créditos, ou passar para um terceiro não será possível. Somente você, beneficiário do consórcio, poderá acessar a carta de crédito.

Mas como funciona? Qualquer empresa, loja, vai aceitar a carta?

Sim, a carta de crédito é um documento que concede a você um determinado crédito, sendo que a empresa que vai lhe vender o carro, ou determinado bem, vai fazer a captação dos recursos junto à instituição financeira.

LER MAIS  Como funciona um carta de crédito para carros

Teoricamente, qualquer empresa pode receber a carta de crédito e dar continuidade ao processo, porém, você precisa analisar as regras do seu consórcio.

Por exemplo; vamos supor que você esteja interessado em comprar um veículo, porém, não possui o valor total agora, e não quer contrair uma dívida por meio do financiamento convencional, então uma das opções seria o consórcio.

Procurando por um consórcio, você achou um oferecido por uma determinada concessionária. Porém, esse consórcio em específico libera o valor para comprar um veículo da mesma concessionária, ao menos, da mesma marca de carro.

Nesse exemplo, você não poderia utilizar a carta de crédito, para comprar um veículo de outra marca, compreende?

Então o negócio é ficar atento às regras do consórcio. Dê preferência para consórcios que tenham regras menos rigorosas, principalmente no que tange a utilização da carta de crédito.

Como ganhar a carta de crédito?

Ou você aguarda ser premiado, ou, simplesmente, você pode fazer um lance. A forma mais interessante é por meio da premiação.

A maioria dos consórcios trabalha com sorteios. Esses sorteios servem para premiar os participantes. Então, ao entrar em um consórcio, você automaticamente vai participar desses sorteios.

Então, tecnicamente, é só esperar ser sorteado, Porém, caso você esteja com mais pressa, precisando da carta de crédito o quanto antes, então, o melhor seria fazer um lance.

Todos os meses (ou em períodos específico) os consórcios liberam os participantes para fazerem lances.

Quem fizer o lance mais alto, acaba ganhando a carta de crédito. Portanto, o lance consiste em realizar um aporte em seu consórcio.

Vamos supor que você fez um aporte de R$ 5.000,00, e mais ninguém fez, ou os outros participantes acabaram fazendo, porém com valores menores, então, você acaba ganhando a carta de crédito!

Dentre todas as formas de ganhará carta de crédito, fazer o lance é a mais rápida.

LER MAIS  Posso comprar um carro usado com a carta de crédito do consórcio?

Todos deveriam fazer algum consórcio?

Não, o negócio também não é assim. O consórcio possui suas vantagens dentre elas temos o juro e despesas baixas, e a possibilidade de conseguir comprar o bem desejado antes do tempo (antes do fim do consórcio).

Bom, comparado o consórcio com outras linhas de crédito, podemos ver algumas semelhanças e certas diferenças.

Com relação às semelhanças, temos a questão do crédito. Caso o cliente seja sorteado antes, conseguindo colocar as mãos na carta de crédito antes do encerramento do consórcio, o mesmo estará no lugar de uma pessoa que pegou um financiamento.

Porém, ao invés de pagar altos juros e encargos você poderá desfrutar de uma situação muito mais benéfica.

Existem consórcios que inclusive, nem chegam a cobrar juro sobre as parcelas. Então, em uma eventual premiação o cliente pode conseguir os valores necessários para aquisição do bem, e ainda nem precisar desembolsar com juros.

Lembrando que para conseguir acesso aos valores do consórcio, você terá que ser premiado, ou fazer o maior lance.

Então para que seria mais recomendável fazer o consórcio?

Para aqueles que não conseguem guardar e investir parte de sua renda. Essas pessoas que não possuem controle financeiro, e não consegue poupar parte da renda, essas pessoas devem procurar por produtos financeiros que possam gerar alguma espécie de controle e até poupança.

O consórcio, de certo modo, reduz o trabalho do cliente. Desse modo o cliente pode contratar o consórcio e realizar os pagamentos, deixando a instituição administrar o consórcio, fazendo a gestão dos ativos e fins.

Depois, se o cliente não estiver mais interessado em comprar o bem objeto do consórcio, faça os pagamentos das parcelas remanescentes, e assim, após a quitação do consórcio, é provável que o crédito liberado fique disponível para você fazer o que quiser.

A melhor alternativa é realizar a compra do bem com recursos próprios, sem depender de terceiros.

Preservando parte de suas receitas, ou com o seu salário. Assim, você conseguirá iniciar os seus investimentos sem grandes problemas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *