Regras do programa habitacional; “Minha casa Minha Vida”.

O principal programa habitacional do Brasil, o Minha Casa, Minha Vida é responsável por oferecer subsídios e facilidades a milhares de famílias que não teriam condições de comprar o seu imóvel.

Nesse artigo vamos explorar algumas regras que envolvem o principal programa habitacional do Brasil, o Minha Casa, Minha Vida;

Valor máximo para imóveis

Não são todos os imóveis que entram nesse tipo de programa habitacional. Por exemplo, você não pode financiar um imóvel avaliado em um milhão de reais por meio do Minha Casa, Minha Vida.

Em uma situação assim, quando você tenta comprar um empreendimento com um valor muito acima da média do mercado, as coisas costumam ficar mais difíceis, até porque, quem pode comprar uma residência assim geralmente possui condições de arcar com mais facilidade tamanho valor.

Enfim, qual é o valor máximo para imóveis serem aceitos no programa habitacional? Bom o limite pode depender de região para região, mas considerando o valor mais alto, dentro da faixa mais alta, imóveis de até R$ 225 mil reais são aceitos no financiamento por meio do Minha Casa Minha Vida.

Todo o sistema do Minha Casa Minha Vida funciona baseado em regiões (estados), além disso, existem ainda as faixas de renda dos interessados.

Tudo isso acaba influenciando o valor máximo dos imóveis que podem entrar no programa, por exemplo;

  • Faixa 1 – Renda de até; R$ 1.800,00/ Valor máximo do imóvel R$ 96.000,00/ Valor máximo do subsídio R$ 86.400,00.
  • Faixa 1,5 – Renda de até; R$ 2.350,00/ Valor máximo do imóvel R$ 135.000,00/ Valor máximo do subsídio R$ 45.000,00.
  • Faixa 2 – Renda de até; R$ 3.600,00/ Valor máximo do imóvel R$ 225.000,00/ Valor máximo do subsídio R$ 27.500,00.
  • Faixa 3 – Renda de até; R$ 6.500,00/ Valor máximo do imóvel R$ 225.000,00/ Valor máximo do subsídio; Não há.

Conseguir um imóvel que está na primeira faixa, é algo, praticamente impossível. Dificilmente alguém consegue construir e vender um imóvel por um valor tão baixo.

Na região sul, por exemplo, as moradias menores, são vendidas pelo preço médio de R$ 150.000,00. Valor que já fica bem acima da primeira faixa, e pouco acima da segunda. Só havendo possibilidade de financiar através da faixa 2.

LER MAIS  Diferenças entre financiamento e leasing

Mas ainda sim, você terá que avaliar se em sua região, estado e cidade trabalham com esses valores para cada faixa. Existe uma diferença por região, mas em números próximos, os dados apresentados aqui, são semelhantes, e podem ser utilizados como uma referência.

Posso comprar  dois imóveis através do; Minha Casa Minha Vida?

Não! Infelizmente você não vai conseguir o financiamento se já possui um imóvel em seu nome, ou se está trabalhando com um financiamento.

Muitas vezes, as pessoas acabam tendo em seu nome algum imóvel, como por exemplo, do pai, de algum familiar, enfim, às vezes pode acontecer de estar em seu nome, um imóvel que você nem utiliza.

Mesmo em uma situação assim, você não vai conseguir entrar no financiamento do Minha Casa, Minha Vida.

E caso você já esteja dentro d um financiamento de uma casa, você também não conseguirá entrar no Minha Casa, Minha Vida.

Lógico, a menos que você saia do atual financiamento e tente conseguir entrar no Minha Casa Minha Vida.

A compra de dois imóveis por meio do financiamento federal, também não é possível. A pessoa só tem direito de entrar e financiar um imóvel.

Posso comprar um imóvel através do financiamento e depois locar o mesmo?

Não! Esse tipo de prática não é legal e pode lhe render grandes problemas. Uma das grandes vantagens do Minha Casa, Minha Vida é a questão do subsídio, além dos juros baixos.

Comparado aos preços e taxas praticados pelo mercado, o Minha Casa Minha Vida é algo “fenomenal”, porém, não é para ser utilizado com fins para negócios imobiliários, do tipo; “comprar um imóvel e locar o mesmo, para receber os aluguéis”.

Para aqueles que têm o interesse de se aproveitar das excelentes condições do Minha Casa Minha Vida e pretendem, dessa forma, conseguir comprar um imóvel para alugar, podem esquecer. Se os órgãos competentes, ou a própria Caixa descobrir, você provavelmente vai perder os benefícios do financiamento, além de ter que devolver os valores subsidiados.

LER MAIS  O que pode acontecer se o meu nome foi negativado?

Taxa de juro é interessante?

Bastante! A taxa de juro oferecida pelo programa habitacional, Minha Casa, Minha Vida está entre as melhores do mercado (se não a melhor).

Na primeira faixa de renda, para aqueles que possuem renda de até R$ 1.800,00 a taxa de juro é de zero!

Ou seja, além de receber o subsídio do governo federal, a família pode se beneficiar de parcelas a custo zero! Excelente negócio.

Para aqueles que possuem um pouco mais de renda, a taxa de juro fica na casa dos 5% (são aqueles que se enquadram na faixa 1,5).

Depois temos as famílias que se enquadram na faixa 2, e podem se beneficiar de uma taxa de juro que fica entre os 5% até os 7%.

Outra taxa muito interessante. Você deve levar em consideração que essas linhas de crédito, habitacionais, oferecidas pelos bancos privados e demais instituições são bem caras, tendo juros acima dos 10% ao ano!

Por último temos a faixa 3 que é a última. Nela as famílias que recebem até R$ 6.500,00 podem se beneficiar de taxas de juros de até 8,6% ao ano. Ainda sim, é uma ótima taxa de juro!

Com todas essas regras, vale a pena entrar no Minha Casa, Minha Vida?

Sim! Com certeza! Para conseguir comprar o  imóvel dos sonhos e sair do aluguel, o Minha Casa, Minha Vida é uma “mão na roda”!

Sem falar que as condições e até o subsidio do governo federal, para comprar o imóvel, são relevantes.

Na primeira faixa do programa, famílias podem comprar o imóvel, praticamente, todo subsidiado, e ainda sim, as parcelas que faltam podem ser pagas com juros zero.

Sem esquecer que o valor remanescente, pode ser quitado em até 120 parcelas (na primeira faixa) com parcelas de no máximo R$ 270,00 ao mês.

Enfim, se você se enquadra nas exigências do programa, e ainda não conta com a casa própria, dê uma olhada no Minha Casa Minha Vida!

3 comentários em “Regras do programa habitacional; “Minha casa Minha Vida”.”

  1. Já tentei me cadastrar e não consigo acho que tem muita pessoas privilegiadas nos cadastramento. Solteiro nunca tem Vagas fica muito difícil pagar aluguel e poderia tá pagando a minha própria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *